Fisioterapia

Para atuar nas lesões decorrentes da atividade desportiva, entre as quais Ruturas/Distensões Musculares, Ruturas Ligamentares, Lesões Meniscais, Entorses do Joelho e Pé, Pubalgias, Mialgias de Esforço, Pré e Pós-Cirúrgico.

Para o tratamento de patologias de origem ortopédica, reumatológica ou traumatológica, tais como Lombalgias, Cervicalgias, Dorsalgias, Contraturas, Alterações Posturais, Hérnias e Protusões Discais, Torcicolos, Artroses, Artrites, Tendinites, Tenossinovites, Bursites, Luxações, Entorses, Fasceítes, Fraturas e Pós-Operatório de Próteses, Anca e Joelho.

Para tratar Sequelas de Lesões Neurológicas, como Acidentes Vasculares Cerebrais (AVC), Paralisia Cerebral, Doença de Parkinson, Esclerose Múltipla, Paralisia Facial e Lesões de Nervos Periféricos (por exemplo, lesão do plexo braquial).

Lida com as respostas do corpo humano à carga física e psicológica. Tópicos relevantes incluem manipulação de materiais, arranjo físico de estações de trabalho, demandas do trabalho e fatores tais como repetição, vibração, força e postura estática, relacionada com lesões músculo-esqueléticas.

A Fisioterapia Cardiorrespiratória atua numa rede alargada de condições de saúde que têm impacto sobretudo, nos sistemas cardíaco, respiratório, vascular e metabólico. Tem como finalidade melhorar a qualidade de vida relacionada com a saúde, a condição física, maximizar a função e educar e promover a adoção de estilos de vida saudáveis das populações.

Terapia Manual

É uma técnica preventiva de lesões e alívio de dores musculares, que aplica pressão em alguns pontos do corpo a fim de libertar a fáscia (tecido fibroso que recobre os músculos do corpo) do músculo. Os principais benefícios são o alívio de dores crónicas, tensões e pós-treino, relaxamento muscular e aumento da mobilidade das articulações.

A drenagem linfática manual é um tipo de massagem corporal que serve para ajudar o corpo a eliminar o excesso de líquidos e toxinas, facilitando o tratamento da celulite, inchaço ou linfedema, e sendo também muito utilizada no pós-operatório de cirurgias, principalmente da cirurgia plástica.

A drenagem linfática mecânica é um método não invasivo utilizado sobre a pele, realizada com aparelhos específicos ( que fazem rolamento, pressão e sucção), ajudando no estímulo do sistema linfático, na diminuição de edemas, renovação e nutrição da célula.

Terapia não invasiva utilizada no tratamento de algumas patologias músculo-esqueléticas e lesões desportivas. Esta técnica consiste na administração dirigida de energia acústica nos tecidos corporais através de um aplicador em contacto com a pele. A passagem pelos tecidos leva a efeitos mecânicos que desencadeiam ações regeneradoras com a libertação de fatores de crescimento, melhoria da vascularização, formação de novos vasos, aumento da produção de colagénio e destruição de calcificações.

É especialmente útil em lesões musculares e tendinosas, patologias degenerativas das articulações, dores miofasciais, alterações da pele, entre outras. Em termos terapêuticos, os efeitos da utilização desta tecnologia centram-se na sua capacidade analgésica, no controlo do processo inflamatório e na cicatrização e regeneração dos tecidos danificados.

Reabilitação Intensiva

É um método por meio de fitas adesivas, que pretende auxiliar o tratamento de lesões traumáticas de nervos e músculos.